TIPOS DE CÂNCER
Mesotelioma

O que é?

    Mesotelioma é uma variedade do câncer que é identificado e geralmente se origina na pleura pericárdio e peritônio. Mais raramente pode também ser identificado em outras estruturas como o tecido que recobre os testículos. 

    Este é um tumor raro e que está relacionado na maior parte dos casos à exposição prévia a asbesto ou amianto, substância que se utiliza na fabricação de estruturas e tecidos com capacidade de isolamento térmico entre outras indústrias.  O período que transcorre entre a exposição e o desenvolvimento do câncer é de muitas décadas, por vezes até mesmo 40 ou mais anos.   Existem evidências de que a intensidade da exposição tem relação com o risco de desenvolver o tumor.  As pessoas que trabalharam em indústrias que utilizam amianto ou produtos relacionados inalam as partículas que se acumulam na superfície pleural e com o tempo levam a uma transformação maligna daquele tecido.  O tabagismo aumenta o risco do desenvolvimento do mesotelioma.

Como fazer o diagnóstico?

    O diagnóstico inicial deste tumor é geralmente tardio. As manifestações iniciais são geralmente respiratórias, como tosse, falta de ar e dor no tórax.  Uma biópsia do tecido afetado é a forma definitiva de confirmar o diagnóstico. Por vezes o patologista tem dificuldade de identificar casos de mesotelioma mas tem possibilidade de realizar testes de imunohistoquímicos que auxiliam na confirmação.

Quais os principais tratamentos?

    O tratamento depende fundamentalmente da extensão e da localização da doença no momento do diagnóstico inicial.  Existe possibilidade de tratamento cirúrgico para casos localizados e localizados em regiões cirurgicamente acessíveis.  Em casos mais avançados, combinação de quimioterapia, radioterapia e alguns procedimentos cirúrgicos localizados são a base do tratamento.

Prevenção - Como realizar?

    Eliminar a exposição ao asbesto é a principal medida para controlar o desenvolvimento desta doença.