TIPOS DE CÂNCER
Linfoma

O que é?

    Linfomas são tumores dos órgãos linfáticos e das células linfóides, os linfócitos que existem em todo o corpo mas principalmente nos linfonodos (ínguas).

Como ele se manifesta?

    A doença se manifesta pelo aumento de volume de gânglios, uma íngua, comumente sem dor em qualquer local do corpo. Um aumento de volume localizado, um tumor, um caroço ou uma saliência nova e bem definida pode ser uma apresentação de linfoma.

    As pessoas com linfoma podem sofrer de febre persistente sem evidência de infecção, perda de peso desmesurada (muitas vezes com alimentação normal) ou transpiração (sudorese) noturna abundante e persistente.

Como fazer o diagnóstico?

    O diagnóstico e feito pela avalição clínica (entrevista médica e exame físico) e pela remoção de um gânglio (íngua) aumentada de tamanho. Esta biópsia parcial ou total será enviada para o laboratório para o diagnóstico sob o microscópio. Como existem muitos tipos de linfomas com muitos tratamentos e com prognóstico diferentes é necessário saber o tipo de linfoma em questão, sendo necessário exames complementares e exame por patologista habituado em avaliar linfomas.

Quais os principais tratamentos?

    Os tratamentos dependem do tipo de linfoma (diagnóstico tem que ser preciso) e da extensão da doença , que é medida ou avaliada pelos exames (exames de estadiamento) que são solicitados no processo de avaliação. Corticoesteróide (cortisona) , quimioterapias, imunoterapias e radioterapias são usadas separada ou conjuntamente (em sequencia) para obter o melhor e mais durador resultado.

Quem eu devo procurar?

    Procure seu clinico, um hematologista ou um oncologista para esclarecer estas dúvidas e examinar caroços pelo corpo ( especialmente se novos ). Notifique seu médico se tem familiar com linfoma ou outra doença do sangue. Pessoas com tratamento com imunossupressores (medicamentos) e com doenças de imunodeficiência poder ter maior risco de desenvolver linfoma e devem ir ao médico em caso de suspeita ou dúvida. Não existindo método de prevenção resta a atenção para um diagnóstico precoce em caso de doença

Após o tratamento como fazer acompanhamento?

    Pessoas tratadas para linfomas seguem acompanhamento repetitivo com seus médicos com exame clínico e alguns exames radiológicos a cada 3 meses durante os dois primeiros anos para confirma o bom estado geral e a remissão da doença.