EQUIPE ASSISTENCIAL
Nutrição

Nutrição em Oncologia

O Serviço de Nutrição do Hospital do Câncer Mãe de Deus é realizado em parceria com o Hospital Mãe de Deus, contando com o profissional Nutricionista que acompanha o paciente durante a internação hospitalar e no tratamento ambulatorial.

A atuação da Nutricionista é fundamentada em princípios éticos e baseia as condutas em protocolos nutricionais estabelecidos, oferecendo programas individualizados para atender às necessidades dos pacientes.

Nutrição e Câncer

A nutrição é um aspecto importante a ser considerado na prevenção e tratamento do câncer. Uma alimentação saudável ajuda na qualidade de vida e alivia os sintomas que alguns tratamentos causam em pacientes com câncer.

O planejamento alimentar é parte importante do tratamento do câncer, uma alimentação correta pode contribuir para o bem estar e fortalecimento dos pacientes, contribuindo no controle dos efeitos colaterais dos tratamentos.

Prevenção

Alguns tipos de alimentos, se consumidos regularmente durante longo período, podem fornecer maior risco para aparecimento de células tumorais. Esses alimentos devem ser evitados ou ingeridos com moderação.

Recomendações:
  • Mantenha seu peso saudável;
  • Mantenha-se fisicamente ativo como parte da rotina diária;
  • Limite o consumo de alimentos com alta densidade energética e açucarados;
  • Aumente o consumo de frutas, legumes, verduras e cereais;
  • Reduza alimentos gordurosos, salgados e enlatados, principalmente conservas, embutidos e defumados;
  • Evite gorduras de origem animal (latcíneos integrais, carne vermelha ou processada, pele de frango) e algumas gorduras vegetais (margarinas);
  • Limite o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Limite o consumo de sal e alimentos preservados em sal (carne-de-sol, charque e peixes salgados).

Tratamento

Uma boa alimentação é fundamental durante o tratamento oncológico, pois auxilia o paciente a manter o estado nutricional adequado e a passar pela quimioterapia, radioterapia, cirurgia ou pela combinação destes tratamentos da melhor forma possível.

Os métodos de tratamento do câncer podem apresentar alguns efeitos colaterais e algumas modificações na alimentação podem ajudar a enfrentar estes problemas.

As alterações metabólicas do paciente oncológico podem induzir a situações que comprometem o estado nutricional (perda de peso, alterações do paladar, estomatite, disfagia, alterações intestinais, entre outras).

Assim, é indispensável o auxílio da nutricionista para uma detalhada avaliação visando identificar mais precocemente as alterações nutricionais para a adoção de uma adequada terapia, objetivando não só manter ou recuperar o estado nutricional, como proporcionar melhor qualidade de vida ao paciente.

Nossa equipe:

Georgia Brum Kabke
  • Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) em 2009;
  • Especialista em Nutrição Oncológica pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Moinhos de Vento (IEP-HMV) em 2011;
  • Mestre em Medicina: Ciências Cirúrgicas, com ênfase em Nutrição em Cirurgia Oncológica, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 2014;
  • Doutorado em andamento em Medicina: Ciências Cirúrgicas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  • Membro do Grupo de Pesquisas em Cirurgia Oncológica (SSORG) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e do Serviço de Cirurgia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), coordenado pelo Prof. Luis Fernando Moreira.
Mara Regina Santos da Silva